ESTERILIZAÇÃO DOS VIDROS

Oie!

Na semana passada falamos sobre as geleias e as compotas e também sobre as diferenças entre elas. 

Um outro ponto importante na hora de fazer a sua geleia ou compota é a esterilização dos potes em que serão conservados. 

Uma forma de fazê-lo é usar o banho-maria. 

Coloque os vasilhames limpos e as tampas em uma panela com água, tampe e deixe levantar fervura. Desligue e reserve até a hora de usar.

Para secá-los não use panos, deixe que eles escorram com a boca para baixo sobre uma folha de papel toalha. Cuidado, pois os vidros estarão bem quentes.

Outra forma de esterilizar os vidros é lavá-los e depois levá-los ao forno a 140 graus por 15 minutos.

Assim que a geleia ou compota estiver pronta coloque-a ainda quente dentro do frasco em que será conservada para fazer o processamento térmico, que é o ato de remover todo o ar dentro do vidro para evitar a recontaminação de alimentos envasados.

Para fazer isso o recipiente de vidro contendo a geleia ou conserva deve estar o mais cheio possível e então (tampado) levado ao aquecimento dentro de uma panela com água fervente. 

Neste processo, o ar que resta dentro do vidro se expande e escapa, mantendo o interior do vidro livre de ar.

Depois disso, deixe esfriar e leve para a geladeira para conservar até que seja consumida. Mantenha em geladeira após aberta também.

Esta é uma excelente forma de manter suas geleias e compotas boas para consumo por mais tempo.

Tags:

1 comentário

  • Susana Martins
    outubro 31, 2020 22:48

    Lembranças de fim de verão, quando tínhamos que fazer as marmelada de marmelo….?

    Responder
  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado.